Valve desclassifica test 123 e Thunder Predator fica com a vaga

Valve desclassifica test 123 e Thunder Predator fica com a vaga

 

A alegria da Test 123 (antiga paiN-X) durou pouco. Um dia depois de conquistar a vaga para a Major de Chongqing, a equipe foi desclassificada do evento. Através do blog oficial de dota 2, a Valve explica que a equipe infringiu as regras da qualificatória, ao se utilizar de jogadores que vivem em outras regiões e que viajam para o Brasil apenas para competir em uma região mais fácil.

O texto justificando a elimição, em tradução livre, foi:

“Nós estamos desclassificando a Pain X das qualificatórias da região sul-americana e dando seu lugar para a próxima melhor colocada, Thunder Predator.

Três meses atrás, fomos contactados pela Pain X, sobre a possibilidade de jogarem as qualificatórias sul-americanas. Eles perguntaram se poderiam participar destas somente viajando para a região para jogar nas qualificatórias, em vez de permanecendo na região. Nós explicamos para eles que eles não poderiam fazer aquilo. Explicamos nossos motivos e qual o propósito das qualificatórias regionais, e porque nós acreditamos que nem nós nem os fãs considerariam eles uma equipe sul-americana.

O motivo de cada região receber um número de vagas é o fato de que queremos ajudar a melhorar o cenário competitivo nas diferentes regiões, além de garantir a representatividade de fãs de todo o mundo. Nós acreditamos ser importante que os fãs possam ver suas regiões evoluindo, e suas equipes competindo em eventos globais. Uma equipe que apenas viaja para uma região apenas para competir nas qualificatórias claramente não produz nenhum benefício significativo para a região, e atrasa seu desenvolvimento. Quando você é de uma equipe que vive naquela região, você acaba praticando com outras equipes, desenvolvendo o cenário local e aumentando a base de fãs. Nós explicamos isso para a Pain X três meses atrás, e agora, após termos investigado, estamos removendo a equipe das qualificatórias sul-americanas.

Para equipes que tentarem trapacear para ganhar vantagens competitivas sobre outros times, vocês correm o risco de serem sumáriamente desclassificados. Sempre reservaremos discrição para decidir o que está no espírito das metas regionais e o que não está. Se uma equipe deseja mudar-se completamente para outra região, eles tem total liberdade de nos contatar, argumentar sua situação, e por que acreditam que devem participar desta região no futuro.”

O texto deixa clara a posição da companhia, de que as vagas para cada região são voltadas para equipes da região, e portanto, equipes que busquem apenas competir de outra localidade para enfrentar equipes mais fáceis serão desclassificadas.

Dado o fato que atualmente apenas um único jogador - Liposa - da test 123 é de sul-americano, considerando as regras estabelecidas, a atitude da companhia faz sentido. Hemos de convir, entretanto, que as regras de Dota 2 são consideravelmente nebulosas e costumam causar confusão todo ano. Se pararmos para pensar: seria mais fácil avisar a equipe préviamente, para que esta pudesse ter participado de outra qualificatória.

paiN Gaming representará o Brasil na ESL One Katowice 2019

paiN Gaming representará o Brasil na ESL One Katowice 2019

Valve lança Artifact - O card game de Dota 2

Valve lança Artifact - O card game de Dota 2