EHOME vence a Bucharest Minor e conquista a vaga para a Major de Chongqing

EHOME vence a Bucharest Minor e conquista a vaga para a Major de Chongqing

 

Após uma campanha perfeita na série de grupos, a chinesa EHOME chegou invicta a grande final da Bucharest Minor, tendo vencido todas suas adversárias sem perder sequer uma única partida. Do outro lado, os russos da Gambit Esports, que chegaram a final tendo vencido a Keen Gaming na bracket dos perdedores.

EHOME mostra ao que veio

Ehome x Gambit 1

A primeira partida da melhor de cinco já deu uma prévia da qualidade da equipe chinesa. Com Huskar fazendo a frente nos combates e um Keeper of the Light controlando o tempo da luta com seu Ignis Fatuus, a EHOME dominou a partida praticamente do começo ao fim.

As poucas vitórias da Gambit vieram nas horas que o combo de Dark Seer e Tidehunter funcionou efetivamente, mas não foram suficientes para superar os chineses.

Gambit quebra a invencibilidade chinesa

Ehome x gambit 2

Para a segunda partida, os russos fizeram questão de banir o Huskar já na segunda série de ban, e já no draft conseguiram consolidar uma boa vantagem com Nature’s Prophet, Razor e Anti-Mage, três heróis de excelente mobilidade. Todas as tentativas de iniciação por parte da Legion Commander chinesa foram enfrentadas com superioridade numérica, e a bola de neve rápidamente se transformou em mega-criaturas para os russos.

A EHOME tentou ainda segurar o ancião, chegando a abater todos os cores da Gambit em uma das tentativas de finalização, mas no final o lado russo acabou vencendo, encerrando a invencibilidade dos chineses.

Meepo contra o mundo

Ehome x gambit 3

Após a vitória no jogo 2, os russos surpreenderam durante os picks sacando um Meepo para Daxak. Apesar da inegável força indívidual do herói, sua sinergia com o resto da equipe era um tanto questionável, e a EHOME estava bem preparada para lidar com o pequeno abominável, utilizando seu Tidehunter e Jakiro para providenciar o controle necessário. A falta de sincronia ficou ainda mais evidente no momento em que a Cronosphere de Afterlife prendeu o Meepo em cima do Macropyre de Jakiro, ocasionando a morte de seu próprio aliado.

Com o momento a seu favor, a EHOME encerrou o jogo em uma execução perfeita, combinando os ults de Tidehunter, Shadow Fiend e Luna para aniquilar a oposição, que sem recompra chamou o GG.

Tidehunter x Lesharc mid?

Ehome x Gambit 4

De todas as partidas da série, o jogo quatro certamente foi o menos convencional. Os times pareciam equilibrados durante a fase de draft, com Terrorblade nas mãos da Gambit e uma Phantom Assassin para a EHOME. Com quatro heróis já escolhidos para cada lado, os chineses optaram por um pick pouco convencional, escolhendo um Leshrac para a rota central. Menos convencional ainda foi a resposta dos russos, que optaram por finalizar seu draft com uma Phoenix e utilizar o Tidehunter como mid.

O que se sucedeu foi um stomp do início ao fim. Em 5 minutos de jogo, os chineses já acumulavam 3k de vantagem em ouro, um número que só foi aumentando a cada luta. Em menos de 20 minutos de jogo, quatro dos cinco jogadores da EHOME já tinham mais patrimonio que o Terrorblade adversário, que figurava atrás inclusive do Tidehunter.

Sem nenhum poder para controlar a agressão do push, a Gambit viu suas rotas caindo a cada push adversário, e em menos de 30 minutos a partida estava encerrada, com uma retumbante vitória por parte da EHOME.

Com a vitória, além da premiação de 125 mil dólares, os chineses ficam também com a vaga para disputar a Chongqing Major, que ocorrerá de 19 à 27 de janeiro, na China. Para ficar por dentro das equipes e de tudo que acontece na cena de Dota 2, acompanhe a MidLane pelo Facebook e pelo Twitter.

BOOM ID protagoniza a maior entregada da história

BOOM ID protagoniza a maior entregada da história